sábado, 22 de junho de 2013

E a resposta...

Não virá nunca, a mulher que me desafiava, que me apaixona se foi, mas não se foi para outra cidade, mas sim para outro plano. Evidente que uma mulher que além de me desafiar ao extremo, me fazia pensar vai fazer falta, e tenho certeza que não encontro outra a altura, não com aintimidade verdadeira e por vezes sinceridade cruel que tinhamos. O vazio é sentido dia após dia, sintomfalta das conversas sacanas, dos pensamentos pervertidos, do humor negro, hoje vejo o porque nunca demos certo e por quase sempre estávamos apaixonados um pelo outro. Resolvi continuar o blog, colocar aqui um pouco do que vivemos e quem sabe encontrar alguem que possa me ajudar a dar continuidade ao mundo paralelo que criamos. Continua quando estiver mais inspirado.

domingo, 21 de agosto de 2011

Fragmentos de Stifani

De repente ele estava ali, tão próximo, ao alcance das minhas mãos e desejo. Despudoradamente e já ereto, deitou-se sobre a minha cama abrindo habilmente o cinto, o botão e o zíper. Num instante já estava ele com o objeto do meu desejo em mãos. Ainda ouço-o a me dizer com a voz suave e envolvente:

_Este não é melhor?

A esta altura, sua mão já deslizava de cima para baixo, de baixo para cima, fazendo estontear a minha razão e juízo.

Senti minha mente fixar-se naquele movimento vertical, pressionando o duro pênis a babar pela ponta.

Minha reação foi imediata, sucumbi a luxuria, atendi a urgência daquele chamado com cada célula do meu corpo. Eu vibrava!

Levei a mão direita à boca, erguendo a roupa de dormir com a esquerda, meus olhos queimaram como as chamas do inferno, um calor intenso me envolveu, já não mais raciocinava, só sentia, me entregava ao tão sublime desejo, meu sonho, meu propósito, meu tudo.

Com as pernas abertas, subi em cima do meu amado. Antes mesmo que pudesse ajeitar-me ao órgão que me preencheu o vazio eterno. Senti sua mão a tocar o néctar que escorria-me entre as pernas.

Enfim, tornamo-nos um!

Com um traço de espanto em seu rosto e voz, ele disse:

_Apertada!

Pensei em dizer-lhe ser por causa do desuso, mas não houve força suficiente para esboçar uma só palavra. Todas as minhas energias concentravam-se no encontro de nossos corpos a se encaixar.

É difícil decepcionar o meu caro leitor, mas é impossível descrever o que senti, é de fato inexplicável aquele cheiro ardido e transparente que me adentrava as narinas, o fervor do sangue por todo o corpo, numa troca mútua de energia. Cores, sons, tudo girava ao meu redor entrando e saindo por cada orifício...

(continua...)

sexta-feira, 12 de agosto de 2011

O começo do recomeço...

Um pedaço da conversa...

Eu>>
agora me diga, como faço para tirar um pouco seus lindos pézinhos do chão?

ELA>>
kkkkkkkkkk
isso até msm eu desconheço

EU>>
mais um desafio! rsrs

ELA>>
sim sim
sou uma mulher desafiadora

EU>>
Mulher com jeito enigmático, sempre linda, desfilando a sua beleza diante dos mortais, para onde vai, de onde vem? em que trabalha? o que pensa? mulher misteriosa, diz oi quando alguem menos espera, mas o seu ar de mistério é encantador. alguns dizem que tem marido, outros que é mãe, mas ninguem sabe, ela não revela, mas alimenta a duvida, gosta quando se entregam sem jamais se entregar...
suas duvidas, seus sonhos, suas ilusões, seus desejos, são guardados, revelados somente ao amado, e mesmo assim, somente e se ele for capaz de retribuir a altura as suas confissões, por vezes deixa escapar que não gosta do fácil, embora se sinta segura quando percebe que esta no controle, mas logo acaba o encanto quando fica fácil ou claro demais...
é... somente um homem que entenda o olhar e o sorriso juvenil que mora ali para disfarçar a mulher quente que habita este corpo, que com certeza é moldado para realizar fantasias, não a dos outros, mas as dela... Ela é perversa quando quer, menina quando quer enlouquecer, mas nunca deixa transparecer o quanto esta gostando, sei que gosta, sei que fica louca, mas jamais os seres comuns podem...
perceber isso! Sei que tem desejos ocultos demais, que por vezes com medo de estragar o momento ou a relação prefere manter oculto... falta somente o HOMEM escrito com letras maíúsculas mesmo para compartilhar os mistérios dessa mulher! Ele existe e por ser seu aniversário resolveu deixar a capa negra que envolve os mistérios cair, mas com certeza no dia 14 estará de volta alimentando a mulher...
que de mistérios e enigmas sobrevive, sim sobrevive pois nesta sociedade esta mulher tão cheia de criatividade e poucos desafios não encontra alguem a sua altura, quando encontra logo o encantamento se vai, mesmo que ela esteja e esta apaixonada por outro sabe que esta diante dela a resposta, e mesmo assim prefere não dizer, ok, entendo pois sei que somente assim ela vai ter certeza que poderá...
falar e realizar todos os seus desejos, mesmo os jamais ditos ou praticados!

E ainda aguardo a resposta!

domingo, 27 de fevereiro de 2011

O que é ser feliz?

FELICIDADE segundo Dicionário Aurélio:

[Do lat. felicitate.]
S. f.
1. Qualidade ou estado de feliz; ventura, contentamento: &
2. Bom êxito; êxito, sucesso: 2
3. Boa fortuna; dita, sorte: 2

Mas e para você?
Para mim é algo totalmente diferente do obvio, não enxergo a felicidade apenas no momento ou no estado, felicidade é algo além, é o viver com objetivo, com sonhos e prazeres, não estou acostumado ao obvio, gosto da loucura, da falta de regras, para mim felicidade é isso!
Experimentei momentos incríveis, os perdi, tento recuperar, não os encontro, sou criticado pois as pessoas não compreendem meu estilo de vida, minhas manias e minhas prisões!
Não sou livre como um pássaro, não vivo como gostaria, infelizmente regras me prendem, mas eu corro atrás da felicidade, como disse, já a tive, perdi, corro atrás, a vejo tão perto e tão longe...
Não se prenda a regras, não tente imitar o obvio, não tome as razões da felicidade dos outros como suas, não tome o brilho de outros como seus, não permita que a sociedade dite como deve ser sua felicidade, as regras foram criadas pelos humanos, em algumas sociedades é normal ter mais de uma mulher, em outras pecado, porque não vários homens? enfim, nós criamos as regras e nós podemos quebra-las!
Felicidade é ser feliz, você é feliz de um modo alternativo? Então é feliz, é feliz seguindo regras, então é feliz, agora se finge ser feliz, lamento, você assim como eu busca a felicidade aí do lado, se perde, se acha mas nunca encontra...
Pense nas regras, pois elas impedem vc de ser feliz... Felicidade é uma palavra, estado de espírito é a real felicidade!

T+
Bebeto

Volta

Voltei, depois de um tempo, digeri o avanço da Aline para um nivel superior, admito que não foi fácil, na verdade foi cruel!
Perdi um amor, uma parte de mim, a mulher que me permitia ter prazer, ser eu mesmo, me permitia estourar, trocar farpas, brigar e chorar sem receios!
Essa mulher merece um post quilométrico, mas como ela esta descansando não vou fazer ela se revirar, o seu lugar esta guardado no meu coração!

Te amo, descanse em paz!

domingo, 23 de agosto de 2009

se tudo o que fora construido nesse anos todos não é amor... não encontrei ainda classificação em nenhum bom dicionario...

Vc me dá força qdo decido parar de lutar;

Me dá alegria quando só faço chorar;

És meu compenheiro de jornada que do essencial jamais deixaste faltar nada;

Nutre minha alma com jubilo e contentamento;

Enfim, me alegra com aquilo que as pessoas achariam tão pouco, afinal o muito pra algnus tá na H. Stern, na Sachs, na Dior etc.



Falei acima do amor em atitudes. Esse é o real amor. Dizer eu te amo virou cliché, que quer dizer exatamente "eu te amo enquanto você me for útil".



Paulinho, vamos construir aquilo que tá parado há tempos.

Me chama (procê)

Quando estiveres te sentindo
Só em teu mundo
Me chama: estarei a tua espera


Se por algum momento
Tiveres o pensamento
De que viver é um tormento
Me escreva e irei
Ao teu encontro num momento


Caso a vida perca o sentido
Na tua existência
E não creias mais em essência
Estou aqui pra te mostrar
Que ainda vale a pena lutar


Se num dia de inverno
Sentires solidão, melancolia,
Caso estejas em agonia
Venhas! Aqui terás o abrigo
Que tua alma necessita
E que teu corpo vive a gritar


Me chama! Seja hoje ou daqui há
Mil anos! Minh’alma continuará
Incessantemente clamando por ti


Sou aquela que desde sempre
Amou-te: sem ver teu rosto
Sem admirar teu olhar
Amou-te simplesmente
Por que não dizer, naturalmente
Já que estava predestinada
A te encontrar?



Aline Boechat